Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Pre...liminar!

Cada vez que penso no quanto era improvável há uns meses atrás estar aqui sozinha…sorrio chorando!
E no meio deste estado ambíguo escrevi-te umas cartas, e no meio de lágrimas oscilantes pensei constantemente em ti!
E regressei por momentos aos teus braços…morri de saudades quando mais uma vez te perdi, absorvi-te até à exaustão estes últimos dias!
Agora sinto-te quando me toco, pertences-me sempre que me acaricio, comovo-me sempre que me cheiro “atestada” de ti.
Sei de cor o que se segue…de tal forma que no meio duma tristeza antecipada não evito sorrir de resignação.
Nada muda neste mundo onde estou sempre apaixonada por ti.
 
As cartas amor…seguem sem possibilidade de comentários. Ridículas, provavelmente incorrectas ortograficamente, escritas a eito e sempre de coraçãozinho alvoroçado!
Porque amar-te é a reinvenção do século!
 

Inventado por alexiaa às 14:38
link do post | favorito
De pedro alex a 1 de Novembro de 2007 às 18:38
Há uma cena curtida do Cunhal sobre as cartas de amor, não me lembro, tenho para ali num livro dele, algures.
Olha, o século ainda vai curto, não te enchas de pompa julgando que descobriste a invenção do XXI, ainda é preciso pedalar muito.
Vai nas calmas doce mas dá-lhe nas curvas, assim é que tem graça.
BS i.e. bj secular


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!