Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006

Ai…que desperdício este desfecho!

 

Devia ter-te beijado de forma mais excessiva, olhar-te nos olhos de forma ávida naqueles breves instantes que antecedem o encontro, em câmara lenta no início, com muito carinho lá para o meio, indefinidamente no fim…
 
Tinha a obrigação de te ter escutado sem comedimentos, encostar o meu ouvido na tua boca naqueles momentos que ansiavas por me confessar o tormento da saudade, com curiosidade no começo, com ternura durante, para sempre quando te silenciasses…
 
Arrependo-me de não te ter encontrado mais vezes, vislumbrar-te distintamente por antecipação, achegar-me ansiosamente ao princípio, comovida enquanto, permanentemente no abraço do embate…
 
Quem me dera ter adormecido contigo todas as noites, tocar-te e vasculhar-te em preparativos deliciosamente mornos, insaciável logo ali, exausta a seguir, num sono final que não termina na banal manha seguinte…
 
A sensação é dúbia, consumi-te sem limites e no entanto não me sinto esgotada!
 

 

 


Inventado por alexiaa às 22:31
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter