Quarta-feira, 3 de Maio de 2006

A princesa Guinevere, o Malagant e Sir Lancelot

 

A que escreve não dorme porque está perturbada…pensa em ti e no quanto lhe fazes falta, pensa em ti e sofre com as memórias que lhe tiram a dor, pensa em ti e nas tardes passadas na rede, no cantar dum homem apaixonado que dedica sons de amor a uma mulher, nos fins de dia meticulosamente combinados e sempre entrelaçados na relutância do até amanha.
A que escreve chora desalmadamente porque não têm o teu abraço de conforto, a tua palavra de magia, o teu toque de aroma familiar!
A que escreve é uma princesa que vive num castelo de sonhos e de belas recordações.
 
Para a que lê as noites já se confundem com os dias, as ideias começam claras mas não têm em quem pensar, as lembranças não existem para atenuar as mágoas, as horas que passam teimam em não baloiçar, o ruído provoca-lhe tremores de frio, os minutos estão parados porque não sente que haja amanha.
A que lê chora desalmadamente porque sente o aperto violento dos teus braços, as tuas palavras que a insultam, o odor da tua loucura!
A que lê é um sapo que não acredita em contos de fadas.
 
Uma poderei ser eu…apaixonada mas sozinha, sozinha mas um dia adorada e desejada!
A outra poderei ser eu…sozinha e magoada!
Um é a paixão que ficou pendente num último beijo de despedida.
Outro é o vilão desta lenda!
Ele…não é certamente a mesma pessoa!
 

Inventado por alexiaa às 21:58
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De imensa a 8 de Maio de 2006 às 08:55
alexia, à dores que só o tempo as dissolve, mas fica sempre a memoria, o lembrar o beijo da despadida, o porquê de ser assim.
Sei do que falo. força alexia.

beijo imenso


De Tacitus a 9 de Maio de 2006 às 00:05
Excelente metáfora de uma dor...incrivel como ela se espalha por aí, sem olhar a meios...mas estamos cá para resistir, porque lutar contra a maré é mais que sobreviver: é amar a vida. Um abraço apertado e votos de uma boa semana*


Comentar sem frete

O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!