Sábado, 1 de Abril de 2006

Nada

A loucura momentânea que nos leva a ter vontade de bater com a cabeça contra a parede mais próxima, o desespero da frustração ser uma evidência fatal, a certeza lúcida que nada valemos, que chegámos ao limite, que o fundo recebe o nosso corpo e ali rastejamos lentamente até o cansaço nos obrigar a parar e cedermos finalmente ao abandono físico restando apenas uns gemidos que propositadamente são fracos para não provocarem tentativas de socorro…

Cá estou, num dia em que me sinto infame, numa noite sóbria que teimo em embriagar de ilusões, num momento sem duvidas que estupidamente ignoro, num desejo de adormecer e sair do canto, da parede, do fundo…

Hoje, nesta loucura nocturna, neste segundo doloroso, por entre estes gemidos discretos, penso em “atirar-me” conformada, imagino-me numa descida suave e libertadora, anseio por um fundo convidativo de tão negro, sossego ironicamente com a convicção que me arrastarei vagarosamente dias sem conta e noites sem fim…até a fadiga vencer e finalmente “aterrar” no meu profundo fim!


Inventado por alexiaa às 03:17
link do post | favorito
De Essa_Miuda a 4 de Abril de 2006 às 16:48
Há dias em que nos sentimos assim ... E o nada...é mesmo nada... O gosto pela vida é sempre mais forte que o fundo de qualquer buraco negro, por mais convidativo que ele seja... Prefiro mil vezes o sentimento de dor, de raiva, de angústia, de frustração ao NADA... Acho que também concordas comigo! Um beijinho grande.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter