Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

A olhar as estrelas que me deste...

 

Leva tudo meu amor, já nem a alma me faz falta, esta seca e surda, desfeita e cega de desgosto, encolhida e condenada a não voltar a sentir os cheiros que de vez em quando a enobreciam um pouquinho.
Guarda-a junto à tua…tem condensada ensinamentos únicos porque são muito meus, esta recheada de adrenalina emocional que a obriguei a assimilar, tem escondida uma entrega intensa e honesta…guarda-a meu amor, usa e abusa sempre que sentires frio!
Desculpa não ta oferecer incondicionalmente, preciso que permaneças com ela sob a condição de nunca a tentares recuperar, de nunca em hipótese alguma lhe sussurrares palavras de ternura, de nunca ma devolveres inocente e pura porque não a quero de volta jamais!
Tenho muito mais para te dar…um coração que de quando em quando me pede a alma de volta, uma memória que insiste em dizer que pertenço a algum lado, umas mãos que se colam insistentemente por mim inteira no vazio que deixou o presente que te dei, que te dou…
Toma conta de tudo o que te dou e se alguma vez te doer muito tens a minha permissão para juntares tudo o que desfizeres mais e escolheres alguém que necessite do que tu precisas agora!
O amor só dói quando preservamos o que apodreceu sem repararmos, doutra forma não magoa, não tem sentidos nem sentido!
Obrigada amor…pelo travo do caramelo que me deixaste, é só disso que preciso agora, é a única coisa real que ficou, o único calor que penetra no meu corpo despojado de tudo!
Abençoado sejas pela tua coragem…eu nunca arriscaria o tanto que conquistamos!
 
 

Inventado por alexiaa às 14:53
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Su a 20 de Janeiro de 2009 às 15:47
...isto não é para eu comentar... mas de qualquer modo apetece-me deixar-te um beijo... tudo o resto que disser, não vai valer de nada, hoje dava-te aquele abraço quentinho.

:)


De alexiaa a 22 de Janeiro de 2009 às 14:47
Já viste a minha vida? Pelo que escrevo é sexo e desgraças:))), não tenho espaço para abraços quentinhos mas para ti abro uma excepção:)

Toma lá um beijo da desalmada:)))


De paulo miranda a 23 de Janeiro de 2009 às 13:02
já há muito que não vinha aqui, tinha perdido o rasto do teu blog. agora vou voltar mais vezes com certeza.


De alexiaa a 23 de Janeiro de 2009 às 13:26
As vezes tb me acontece perder o rasto do meu blog:).Agora vou comprar uma bussula ou quem sabe...adicionar-me aos favoritos!


De ampulhetas1 a 24 de Janeiro de 2009 às 19:03
gostei de ler

a tranquilidade que passas num desfecho que não te contenta



De alexiaa a 24 de Janeiro de 2009 às 20:05
Tinha tomado um xanax:). Qto ao desfecho estava proximo pq o xanax entretanto fez efeito:)


Comentar sem frete

O minimo sobre mim

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

(Re)Invenções antigas

Setembro 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter