Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

Segundo Ano...

A única coisa que me ocorre é repetir o que há um ano atrás escrevi.
Pensei várias vezes em “branquear” aqui alguns episódios imprescindíveis a um crescimento que de certa forma me foi imposto porque a verdade é que não me apetecia nada ter maturidade para resolver certos conflitos.
Sei que sou muitas vezes considerada uma menina mal comportada porque raramente sigo padrões de comportamento, porque me deixo arrebatar consecutivamente por ilusões pueris, porque faço quase sempre o que quero e digo sempre o que me apetece independentemente de ser ou não o que sinto!
Sempre foi muito mais fácil descambar em ataques brilhantemente arquitectados do que perder algumas “batalhas”, mas o sabor dum silêncio
condescendente vai certamente acabar por conquistar toda a minha impetuosidade!
E é isso que espero agora…aprender o valor de outros silêncios que não os “nossos”, saborear calada pequenas alegrias, doces momentos de paz.
E é isso que me vai surgir…saber como desfrutar da ausência de sons que adquiri como únicos, usufruir duma intimidade que não seja a dois ou se o for que não é aquela que vivi, imaginei, sonhei ou projectei!
Limites…este ano que escrevi por aqui trouxe-me limites.
Quanto aos dois anos de Reinvenção…subscrevo a Alexia aqui há um ano atrás!


“Faz hoje dois anos que comecei a escrever para ti, para ti que não interessa se existes, para ti que me inspiraste em noites de solidão, para ti que valorizei sem me preocupar com o facto de o mereceres, para ti que um dia eras um e no outro eras outro, para ti…que de mentira ou de verdade fazes parte da minha vida de tal forma que se torna impossível neste momento apagar-te!
Talvez…talvez quando fizer três anos…”


música: Benjamin Biolet

Inventado por alexiaa às 20:43
link do post | comentar | favorito
37 comentários:
De V.A.D. a 30 de Novembro de 2007 às 01:17
Não quero ter a pretensão de reinventar o que quer que seja, mas apetece-me dar-te os parabéns. Sei que fazer isto pode parecer pouco inventivo mas, que se lixe...! :-)
Muito a sério: aprecio forma como tens construído o teu espaço, onde tens revelado, aparentemente sem rodeios de qualquer espécie, a tua maneira de encarar a vida. É essencialmente por isso que te felicito.
Desejo-te uma excelente noite e, subscrevendo-me atentamente, deixo-te um...

... Beijo... :-)


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 16:39
Bem...so pelo que se lixe já valeu a pena, gosto de te ver com esse tom, mais irreverente:))

Grata pelos parabens pouco inventivos mas que considero apropriados:)

...Outro...:)


De Bruno a 30 de Novembro de 2007 às 14:54
Só para dizer que te leio (se bem que por vezes não te entenda) e que vou continuar a ler. E já agora também para saberes que passei por aqui. Parabéns.
Beijo e bom fim de semana.


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 16:40
Com que então não me entendes...e eu que escrevo com um portugues tão basicozinho:)))

Obrigada!

Beijos


De cuotidiano a 1 de Dezembro de 2007 às 00:20
"Tu attends quelqu'un qui n'existe pas" foi uma frase que me marcou, de um qualquer filme francês - que, na alturra, achei genial, claro! - dos anos 80, cujo nome não me lembro (também, aos anos que foi...).

Seja como for, o gozo da procura está no caminho, não na chegada.

Ou citando o grande filósofo Julio Iglesias, "toda a vida procurei a mulher ideal - nunca a encontrei, mas tem sido uma busca deliciosa!"


Mas a que propósdito é que estou para aqui a divagar? Esquece...


Beijo







De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 18:01
Isto é um comentário que me enche as medidas:).
O gozo da procura é realmente o caminho e a frase que desencantaste do Julinho bem escarafunchada é duma profundidade enorme:).

A propósito que és um despropositado inusitado!

Beijo amnésico, você manda e eu executo:)


De Su a 2 de Dezembro de 2007 às 09:28
Nunca te vi, não sei bem quem és, sinto apenas que apesar de diferentes temos algumas coisas em comum, talvez seja do mau feitio, quem sabe da cumplicidade na mimalhisse, do nariz p cima, da garra, do medo, da força, do amor incondicional, ou da necessidade de rir escancarado e chorar desalmado, de dançar descarado, dos óculos escuros, enfim, somos terrivelmente mulheres e encaramo-lo de frente mesmo q d sorriso já alucinado... e cada vez que escreves, cada vez que te leio é como sentar com uma amiga num café fora do tempo, daqueles imaginários, revestidos a madeira velha, de cadeirões confortáveis com espaço p cruzar-mos as pernas, que nos fazem querer ficar e continuar a conversa para o resto do dia, para o resto da vida, ainda n percebi muito bem isto de conhecer pessoas assim, n sei sequer s isto é conhecer, se penso logo existo…, mas mesmo sem entender mto bem ainda o q digo, tenho q te escrever, foi um prazer ter passado um dia por aqui, por ti! :)
nice to meet u girl, hope u gess my name.


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 21:50
Cumplicidade na mimalhice:))), yes...é isso mesmo!!
Têm sido um prazer receber-te por aqui, passear por ali, escrever e lembrar-me de algumas conversas!
Foi a ti que falei nas redes e isso minha amiga é algo tão intimo que só mesmo tu para mo "sacares":))
Obrigada pela tua presença sempre tão assídua e desinteressada, é transparente a forma como lês o que eu escrevo e nem que fosse só por ti já tinha valido a pena!
Bem...chega de lamechices:)), em vez do café sai para mim um vodka com ginseng:))( Esta é mais uma novidade que experimentei).

Beijo doida!


De Su a 2 de Dezembro de 2007 às 09:30
Beijo domingueiro á sombra da bananeira...


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 21:51
Este é de quarta à sombra dum candeeiro:)


De Su a 10 de Dezembro de 2007 às 15:12
Deu preguiça foi?
Fico tao contente por n ser a unica!
:)
Bj e ve se dás á costa.... fazes falta mulher! aqui e ali!


De alexiaa a 16 de Dezembro de 2007 às 13:41
Não é so preguiça Su, tive aqui uns problemazitos informaticos e depois tive frio e depois fartei-me:))

Vou ver se te apanho em directo!

Kiss


De Su a 16 de Dezembro de 2007 às 17:14
Uh lá lá!
Bons olhso a vejam madam!
:)
Ja tava com saudades! Alias, isto chega a ser estranho, mas o meu instinto maternal já estava com uma luzinha pequenina a piscar.... será q ele ta bem? Folgo em saberte bem!
Mais beijo....


De Su a 16 de Dezembro de 2007 às 17:14
Uh lá lá!
Bons olhso a vejam madam!
:)
Ja tava com saudades! Alias, isto chega a ser estranho, mas o meu instinto maternal já estava com uma luzinha pequenina a piscar.... será q ele ta bem? Folgo em saberte bem!
Mais beijo....


De Corvo a 2 de Dezembro de 2007 às 13:32
Hum... reconhecermo-nos nem sempre implica que nos aceitemos a nós próprios e eu continuo a acreditar que só nos salavaremos de nós próprios através do auto-conhecimento.

O que esperas agora... é a espera a que me submeti há muito tempo atrás. Aprendi a conviver com o silêncio e... recomendo-te, apesar dos seus efeitos secundários.

(Conta com o símbolo)
;)


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 21:53
Bem, tenho um pouco de receio dessa coisa dos efeitos secundarios mas pelo que observo de ti não te fez mal, estas de boa saúde e com um ar segurissimo:).

Conto sim...não tenho pressa mas faço questão:))


De alexiaa a 16 de Dezembro de 2007 às 13:44
Minha nossa, não me perguntes porque mas o teu parêntesis lembra-me algo bem malicioso:)).
Bem…desculpa mas com essa do símbolo…quero mais é que o auto conhecimento se lixe:)

Beijo Enorme, espero que estejas bem!


De diva a 3 de Dezembro de 2007 às 09:52
Metamorfoses... necessariamante necessarias...Talvez...
Bjs meus


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 21:55
Redundâncias...imprescindíveis em certos momentos!

Um meu!


De diva a 3 de Dezembro de 2007 às 09:54
Metamorfoses...necessariamente necessarias...talvez...
Bjs meus


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 21:55
Engraçado...ia jurar que "ouvi" isto em qualquer lado muito recentemente:)


De mochofalante a 3 de Dezembro de 2007 às 21:04
De facto comentar aqui não tem frete algum e apesar de sentir por vezes alguma tristeza e desanimo nos textos que nos deixas, mesmo assim é um prazer imenso ler-te

beijocas


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 22:21
Folgo em saber que não é frete:)

Os textos que escrevo raramente são espelho do meu estado de espirito, mesmo assim é um prazer contra comentar-te:)

Beijos


De Penumbra a 4 de Dezembro de 2007 às 22:51
Ora bem... vim dar os parabéns a um espaço que leio em silêncio... como sabes... ou deverias saber!:)
E reclamar a parte que falta de mim naquele ultimo post. Acho e afirmo que falta pelo menos um sorriso na dedicatória final para alguem que mesmo em silêncio, sabes que está sempre presente...:)
Um beijo e mais uma vez... Feliz Aniversário... Reinventado... e cada vez com mais bom gosto musical e com palavras que nunca terei a coragem de escrever... não por não as sentir mas... porque verdadeiramente tenho um "Problema de expressão" como diria os Clã...:)
NOTA: Continua a simplificar aquela palavra que tantos banalizam... :)


De alexiaa a 5 de Dezembro de 2007 às 22:28
Sei!
Achas que "homenagens" é coisa que se reclama?
Sei bem que estarias presente se tivesses sido informado mas como compreenderas tinha mais em que pensar do que avisar os meus contactos que o meu filho tinha sido atropelado. No entanto não questiono a tua disponibilidade caso eu a reclamasse (esta palavra encaixa em todo o lado).
Obrigada pelo feliz aniversario e por achares que o meu gosto musical evoluiu, que seria de mim sem amigos ecléticos...valha-me não ter problemas de expressão, ou pelo menos tu achares que não os tenho:)
Não entendi a nota...eu simplifico o que outros banalizam???, ou seja...eu banalizo o que alguns simplificam??:)))

Nota: Tenho uma fofoca:))))


Comentar sem frete

O minimo sobre mim

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

(Re)Invenções antigas

Setembro 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter