Domingo, 5 de Agosto de 2007

As duvidosas aspas…Invenção?! Outra que não eu?! Para outro que não ele?! Um coração enorme?!

“Apetece-me escrever-te pela primeira vez!
Passei revista ao pouco tempo que estas presente na minha vida e apercebi-me que já escrevi sobre a doce descoberta que és mas nunca escrevi directamente para ti.
Ponho um som que te identifique e relaxo os ombros para o fazer sem pressões, para o fazer de forma natural e muito devagarinho, exactamente da forma como conquistaste algumas partes dos meus dias!
Procuro uma palavra para te definir e não surge, sorrio ao tentar explicar-te ao meu coração e não decifro as acelerações que me provocas, inquieto-me quando a musica chega ao refrão e não concebo o fim da nossa dança…por enquanto!
És um espacinho delicioso e quase secreto, um descanso terno dentro dum delírio que já me massacrava, um odor novo que renova a minha pele de maneira desconcertante, és um vislumbre apetitoso dum presente a ser vivido sem ânsias num futuro inevitavelmente banal!
As vezes acho-te pouquinho, sinto-te escasso em horas que me apeteces para sexo, ausente quando te preciso para conversar trivialidades, desprendido quando insinuo carências imaturas e distante quando te quero para me embalar o sono!
Mas de repente e de tempos em tempos irrompes num timming inigualável, com um ar seguro que me provoca gargalhadas renovadas e esquecidas, trazendo uma dedicação que me faz esconder a cara entre as mãos de timidez, carregando uma energia tão suave e bondosa que não resisto a absorver-te em excesso de forma a recolher de ti o máximo possível para os outros…de tempos em tempos!”
 
As duvidosas aspas…Será que ainda queria estar noutro lugar?!
 

Inventado por alexiaa às 20:39
link do post | comentar | favorito
28 comentários:
De bruno a 6 de Agosto de 2007 às 00:33
Boa pergunta! Só tu é que sabes! :D


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 19:58
Grata pelo elogio, por norma sou pessima a fazer perguntas, principalmente quando estas são de retórica!


De xana a 6 de Agosto de 2007 às 02:02
Com aspas ou sem aspas, teu ou doutra que não tu, poderia ser meu se eu soubesse escrever assim :)


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 20:01
Olá Xana, é sempre um prazer ver-te por aqui...e isto não têm nada que ver com a tua benevolência para com os meus gatafunhos:))


De PP a 6 de Agosto de 2007 às 16:32
É tão bom abrir a alma assim... por palavras... Ás vezes são unico ponto de fuga...

Uma optima semana... Não deixes de te reinventar :)


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 20:02
Eu fujo por muitos pontos...adoro picotados!

Bom resto de semana tb para ti, reinventarei até que a alma te doa:)


De Su a 6 de Agosto de 2007 às 17:55
:o))))))))))))))
Ok! Conseguiste! O efeito foi imediato, despojaste-te do escuro e de repente transformaste-te na melhor das luzes! Há algo de “coisas fantásticas”, no cor de rosa que ofereces, e de repente sou toda sentidos, e já não te leio, ouço-te cheia de cumplicidade, aquela curiosidade muito própria de gaja, que não perde uma letra tua!
Adoro surpresas!
:o)))))
Beijos risonhos!


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 20:32
Eu gosto de surpresas comedidas, daquelas que lá no fundo estou`à espera...das outras temo sempre ter uma reacção que surpreenda pela negativa:)
Su...este blog está degradante,tão piroso que até esta kitsch:)))

Beijoooo


De Su a 8 de Agosto de 2007 às 15:32
Ta nada piroso querida, ta fantástico! Quase quase a pairar no clímax do surreal, pq o bom, o bom nem sempre é o perfeito e elegante, cheio de classe, o bom é aquele que de repente admite vestir um pijama aos bonecos cor de rosa e umas pantufas ás bolinhas vermelhas, e pq? Pq sim! Pq a certa altura n há explicações pra ninguém!
Kitsch? :) Isto sem ti n tinha piada nenhuma!
:)))))
Bj cheio de esperanças de um dia ver-te de amarelinho…


De alexiaa a 8 de Agosto de 2007 às 15:40
Estou apaixonada por este teu comentario:)), já o li de seguida umas 6 vezes e cada vez gosto mais dele...

Beijo...fica assente que a Margeritta vai ter uma sombrinha amarela nem que para isso tenha de dançar kizomba para o empregado:)))


De RB a 6 de Agosto de 2007 às 21:11
Com aspas ou sem aspas o texto é tocante


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 21:03
Achas??? Se calhar sem aspas tocava mais:)


De V.A.D. a 7 de Agosto de 2007 às 01:34
E a alteração da cor, de um negro soturno para um rosa sereno? Pressuporá ela uma variação sensível de estados de alma? Será a revelação de uma nova faceta, ou antes a reinvenção das mesmas emoções, dos mesmos sentires, dos mesmos quereres? Será a redescoberta de um olhar, ou o encontro com uma nova visão? Nada disto importa...! Importa que a escrita fala aos sentidos e que a subtileza envolvente de um post assim encanta e gera ilusões…

Um beijo…


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 21:16
Isto é o que chamo dum cometário abrangente:), foca não só um tema e coloca questões tão pertinentes que me sinto tentada a gerar...desilusões:)

Outro...integral que com esta mudança de estação resolvi fazer dieta:)


De mac a 7 de Agosto de 2007 às 11:56
Com aspas, ou sem, um ponto de interrogação aqui para suscitar 1 dúvida, 1 ponto de exclamação ali para demonstar a admiração perante a vida, as reticências para deixarem algo no ar a flutuar...É assim a escrita.


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 21:18
Pode ser...não sinto a minha escrita assim tão planeada mas acredito que seja um método eficiente em muitos casos!


De mochofalante a 7 de Agosto de 2007 às 19:52
Certamente sem aspas porque é um texto que só poderia vir de ti

beijocas


De alexiaa a 7 de Agosto de 2007 às 21:19
E no fundo isso é que é importante, certo???:)))

Beijossss


De reversivel a 7 de Agosto de 2007 às 23:37
acho que poderia descrever alguém que está na minha vida, desta forma como o fizeste.

é tudo isso.

adoro vir a um sitio e sentir que alguém me tirou as palavras da boca. que alguém sente o mm que eu.

lena


De alexiaa a 8 de Agosto de 2007 às 00:30
A sensação de espelho:))

Gosto das tuas visitas!


De conguinho a 8 de Agosto de 2007 às 15:03
O importante é conseguirmos controlar e aceitar esses tempos presentes e ausentes.


De alexiaa a 8 de Agosto de 2007 às 15:42
Hum...essa cena é muita dificil de fazer:))), até diria que é impossivel:), emoçoes não sei controlar, mas admito que ha quem saiba!


Comentar sem frete

O minimo sobre mim

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

(Re)Invenções antigas

Setembro 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter