Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2007

Sinto-me iluminada e consequentemente aliviada.

 
Durante muitos anos tive alguns problemas de auto estima despropositadíssimos. Se por um lado não me achava muito sagaz nem inteligente, por outro esquecia-me completamente de olhar para o espelho o que consequentemente acarretava serias crises de “infelicidade”.
De repente a vida mudou. Não sei se foi para melhor ou para pior, acho que se duma forma percebi e reaprendi a sentir algumas coisas, foi também inevitável perder outras que vão fazer-me falta para sempre!
O certo é que o apreço pela minha pessoa aumentou consideravelmente e eis que de repente sou confrontada com dois pequenos neurónios que até funcionavam, e um reflexo no espelho bem mais agradável do que aquilo que imaginava.
Nesta altura foi a fase da ofuscação. Os elogios passaram de escassos a abundantes e muitas vezes surpreendi-me com a facilidade com que compreendia as coisas e falava delas. A minha capacidade de raciocínio levantou voo e deixei de me sentir inferiorizada em relação a uma série de coisas que durante muito tempo me corroeram devagarinho.
No entanto há coisas que se entranham e que dificilmente erradicamos…as vezes a burrice chega camuflada e não é o poder de argumentação, a rapidez de dedução ou a lucidez do discurso que faz de mim uma pessoa imune à estupidez alheia. É difícil acreditarmos que temos direito a melhor, é difícil enfrentar erros do passado e encara-los como uma lição para o futuro.
Decididamente não quero ser estúpida mas também já não necessito que hipocritamente me “aplaudam” para logo a seguir usarem o meu deslumbramento como tentativa de manipulação e controle.
Agora sim…deixei de me sentir uma farsa!
 
Estou tonta, que post mais ridículo este…
 
música: Pink

Inventado por alexiaa às 11:34
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De igara a 16 de Fevereiro de 2007 às 14:16
Bem Alexia, fogo... agora percebo como temos tantas coisas em comum! Como eu também já me senti assim, anulada, face ás coisas que me rodeavam! Também eu mal me via, também eu não me atrevia a imaginar-me! Mas houve o dia, em que a viragem se deu e me mudou. Para melhor? Nem sei, mas foi em definitivo um momento de mudança!
Hoje, tudo me parece mais eu! Tudo se enlaça nas minhas escolhas e me envolve nas minhas opções!
É claro, que remanescem sempre em nós, as memórias do que fomos e por vezes, é complicado decidir acreditar que temos direito a melhor!
Mas, acabamos sempre por ter direito sim, e nós somos disso prova provada e comprovada! Ganhamos para nós, o direito de conseguir ver para além do que pretendem que se veja. Ganhamos a capacidade se Ser inteiras. Mas mais que tudo, ganhamos a capacidade de distinguir, quem nos pretende "anular", principalmente se se aproxima de nós em brilhos que nos ofuscam!

Olha Alexia, cada vez gosto mais de te ler, porque, cada vez és mais Tu! E isso deixa-me a pensar, que cada ves estás a querer para ti, tão só e apenas o que te faz bem!
Não te querendo "aplaudir" não me canso de te dizer, que gosto muito mas mesmo muito de ti!

Beijos mansinhos e abraços apertadinhos!




De Ricky a 16 de Fevereiro de 2007 às 17:09
Deixa-me que te agradeça! É engraçado como o ser humano é influenciável: hoje, um dia cinzento e chuvoso, não me pareci comigo, e não mostrei os dentes o dia todo...e lá ganhei umas quantas rugas pelas más razões...mas este post, e uma conversa anterior com alguém muito sábia, devolveram-me a minha leveza característica =)

Olha, de burra não tens nada, e a beleza é notória de várias formas: és linda no que escreves, da forma que escreves. Quanto à forma mais fútil eu não a posso referir porque infelizmente não tive o prazer ainda (e sublinho o ainda =P) de te ver.
Mas estúpidos todos somos, uns mais que outros, mas todos somos. Apenas temos de saber viver com essa estupidez, pois ela também nos ensina bastante!

Problemas de auto-estima? Ri-te de ti mesma todos os dias e nunca os terás! =) Mas ri-te pelos bons motivos.

Beijinho =) *


De Tacitus a 16 de Fevereiro de 2007 às 17:53
Considero a auto-estima um dos pontos fulcrais para se ter sucesso na vida. Se não gostarmos de nós quem vai gostar???
Claro que a auto-estima em demasia também causa arrogância, e é necessário saber doseá-la em moderadamente.
You not a stupid girl...bom fds!


De pedro alex a 17 de Fevereiro de 2007 às 21:46
Na seriedade do teu texto não resisto em brincar um pouco contigo.
É simples, os meus dois neurónios quando te lêem, desde que te li pela primeira vez, “gripam” sempre. Não resisto em comparar a tua auto estima com a minha. Quando era pequeno centrava-se em carrinhos, hoje, grande, centra-se em automóveis.
Bjs Tipo E. I.e. com muita estima:)


De Araj a 19 de Fevereiro de 2007 às 00:42
Um post muito bom…
É algo anormal por aqui… autoconfiança no máximo… assim é que eu gosto
Continuação de um bom Carnaval…



De No meu intimo a 21 de Fevereiro de 2007 às 19:20
Não resisti em comentar o teu post!Um dos meus grandes defeitos ou nem por isso...é que levo os outros a pensar que sou facil de manipular,com pouca personalidade,algo fragil e instavel,e consecutivamente acham que não tenho auto-estima.
Muitas vezes não se sabe a força que pode ter um arame por mais fragil que ele pareça.Quem fala de auto-estima secalhar nunca parou pra pensar que toda essa auto-estima é mais quebrável do que podem imaginar!(não parece nada o teu caso)A auto-estima tem que se ajustar á auto-critica,á capacidade de ver as coisas como elas realmente são.A auto-estima vem de nós mesmos,mas tem que se segurar em pilares exteriores para se começar a formar e depois se solidificar por si mesma.A fragilidade não é fraqueza,não temos que ser todos uma parede de arame farpado.O que passa de nós ás vezes não somos nós proprios,é uma curtina de ferro que criamos e que gostamos de mostrar!Sermos nós mesmos é a chave.


De oteudoceolhar a 5 de Março de 2007 às 11:06
Porque achas ridiculo o post? Creio que faz sentido...eu pelo menos entendo-o de alguma maneira...gostava de fazer um post assim tão ridiculo (como dizes), talvez tivesse encontrado a minha auto-estima... :).


Comentar sem frete

O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter