Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

Quando puderes, se eu puder, juro que...digo!

- Diz-me algo doce…
- Sentires que fico encabulada não serve?
- Não, perde o medo e sente-me.
- Pára…não quero sentir-te, empolgas-me e iludes-me…
- Tola, Kero-te, Adoro-te, Desejo-te…há tanto tempo!
- Queres que chore?
- São doces?
- Algumas são…cala-te e imagina…
 
“ Paro o carro numa beira de estrada qualquer. Oiço aquela música, aquela que sempre me faz lembrar-nos, aquela que é uma qualquer…
Baixo a cabeça, poiso os braços no volante, choro de saudades…
De repente mais um som invade a noite e lentamente ergo-me. Espreito pela janela e as estrelas bailam, chamam-me, querem-me…
Abro a porta sem caminhar, flutuo nos teus braços de forma inconsciente mas ciente, ondulo enrolada em ti sem esforço mas movo-me inteira, toda, todinha…
Dançamos a musica, aquela, uma qualquer, as duas…o som da rádio que se mistura com a melodia das estrelas!”
 
(Um silêncio que me assusta e pergunto:)
 
- Ficaste pateta ou achas-me pateta?
- Patetas, somos dois patetas!
 
 
 
Sinto-me menina…
música: George Michael

Inventado por alexiaa às 18:33
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De aquiloqueeuescrevo a 12 de Fevereiro de 2007 às 22:14
Música linda. É propícia a recordações, de facto. E que post genial!
Beijinhos, desculpa a ausência...***


De pedro alex a 13 de Fevereiro de 2007 às 02:58
Julgo não haver homem ou mulher que depois de te ler não gostasse de ser o Peter Pan ou a Wendy.
Paraste o carro “numa beira de estrada qualquer” a caminho da Terra do Nunca?
Um Bj pa quebrar silêncio que te assusta:))


De leonoreta a 13 de Fevereiro de 2007 às 13:25
ola alexxia.
seguiste uma sugestao. gostaria de saber de quem. é normal. fiquei curiosa.nao me queres dizer?
claro que os finais felizes sao os melhores e ate podemos sempre pintar os outros que nao sao felizes de cor de rosa mas as vezes nao me apetece.
beijinhos da leonoreta


De leonoreta a 13 de Fevereiro de 2007 às 15:39
ah, alexxia, obrigado, nao tinha percebido.
beijinhos


De igara a 13 de Fevereiro de 2007 às 16:20
A questão, é que já pudeste, e já disseste, será que não se deu conta? Porque nem sempre as palavras doces, se vestem apenas de expressões ternas, mas enlevam-nos nos sonhos e envolvem-nos em magia! Foram essas palavras que escutei, quando me calei e imaginei o que escreveste!
Patetas?! De maneira nenhuma! Cumplices em sentires de meninos! :)

Gosto de te sentir assim...sentires como este fazem-te bem, e a mim alegram-me, porque tal como tu...tu também tens em mim um lugar especial neste mundo feito de virtualidades e tecido de palavras!

Beijos muitos e abracinhos apertadinhos para xuxu! :)


De Tacitus a 13 de Fevereiro de 2007 às 23:58
É bom ver-te impregnada com esse espirito de menina...saudável! E olha há aí espaço para mais um pateta??? Bom resto de semana!


De Essa Miuda a 14 de Fevereiro de 2007 às 09:43
Fiquei na dúvida sobre a realidade ou a ficção do diálogo... se o mesmo pertence ao passado, ao presente ou a um futuro imaginado ... De qualquer forma, é tão bom sentirmo-nos patetas, entre o "empolgamento", a "ilusão", as estrelas, os sons da noite ... e aquela música... que pode ser uma qualquer ... :) Beijos, Alexinha.


De sU a 14 de Fevereiro de 2007 às 09:52
:)
Bem leve, leve,
Releve
Quem pouse a pele
Em cima de madeira
Beira, beira
Quem dera
Mera, mera cadeira
Mas breve, breve
Revele,
Vele, vele
Quem pese
Dos pés a caveira
Dali da beira, uma palavra cai no chão,
Cai chão, dessa maneira
Uma palavra de madeira em cada mão,
Imbuia, cerejeira
Jacarandá, peroba, pinho, jatobá
Cabreúva, garapera
Uma palavra de madeira cai no chão,
Cai chão, dessa maneira.
"Marisa Monte"

A musica existe para enfrentar o silencio...
E ser menina é do melhor k a gente tem!
PATETAS, seremos sempre todos patetas!

Beijos ás bolinhas amarelas.


De AP a 14 de Fevereiro de 2007 às 10:35
Que dizer?! É bom sentir-nos meninas...

Adorei o texto.



De imensa a 14 de Fevereiro de 2007 às 15:18
adoro essa sensação....

muito boa mesmo

beijo imenso


Comentar sem frete

O minimo sobre mim

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

(Re)Invenções antigas

Setembro 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter