Terça-feira, 21 de Novembro de 2006

Afinal até quero...

Este é um frio de pavor, um arrepio que se instala com o receio de não voltar a sentir-te transpirado, um formigueiro que me assusta de tão sentido que é!
No entanto estou bem! Não quero de todo que te preocupes…
Estou gélida, estremeço sem o desejar sempre que me foge o calor das tuas mãos, sempre que se ausenta o ardor do teu beijo imenso!
Não te inquietes, não te consumas…
Mal suporto estas falhas de temperatura bruscas, consome-me não saber como vou sobreviver as noites sem “febre”, as manhas impetuosas, aos dias abrasivos!
Aguenta, não sofras, não tentes…
 
Dói sentir-me perdida, amada mas não tocada, desejada mas não alcançada!
Magoa profundamente tentar “agarrar-te” e escorregares-me contrariado, almejar percorrer-te e escapares-me frustrado!
Estou incapaz de sobreviver a esta agonia, mal resisto a estes dias…
 
Preocupa-te comigo, inquieta-te, consome-te de dor, sofre por nós…tenta arduamente…regressar!!!
 

Inventado por alexiaa às 19:38
link do post | comentar | favorito
15 comentários:
De TiBéu ( Isa) a 21 de Novembro de 2006 às 19:45
Os arrepios costumam ser amor, se é luta e agarra. boa semana


De Miguel a 22 de Novembro de 2006 às 12:21
Que preocupado que estou contigo, inquietado até!
Tantos arrepios.
Será daquela nova gripe que anda aí?
Vê se te agasalhas bem!!!
Beijos,
Miguel


De alexiaa a 22 de Novembro de 2006 às 13:41
Não estejas Miguel, "esta" não sou eu:)!
Beijinho


De Su a 22 de Novembro de 2006 às 20:52
Respira tudo, até á ultima particula de ar, deixa-te levar, um dia paras, olhas e tudo vai valer a pena.

:)



De igara a 23 de Novembro de 2006 às 10:28
Alexia, acho que não te consigo comentar. Gostava de te dizer que o frio da ausência vai passar...mas acho que haverá o dia em que tu mesma irás descobrir isso! Enquanto esse tempo não chega, só me resta deixar-te um beijo mansinho, que muito embora não te aqueça, te pode confortar! Gosto de ti:)


De Mel a 23 de Novembro de 2006 às 17:13
Alexia,
Há muito que te não visitava. Foi um prazer voltar a esta casa...
Que bom seria se quem amamos mos visse! Se preocupa-se connosco... Nem sempre assim é. O amor existe per si e a si se basta. Como um dia escrevi algures "O amor é a minha companhia".
Amiga, neste Inverno que se aproxima e se advinha rigoroso, olha ... eu optei pelo Tango... escrever sobre e ilustrar com video de ...

Um grande abraço
um beijo de Mel


De aquiloqueeuescrevo a 23 de Novembro de 2006 às 19:04
E que ele regresse depressa, é o que te desejo ;)
Beijinhos***


De pedro alex a 23 de Novembro de 2006 às 23:51
Por vezes inquieto-me na forma como te comento.
Depois de te ler, só me ocorre dizer - por mim... está-se bem!

Bjs

Ahhh a música tá um must... o todo... intensíssimo, uau!!!


De Lua a 24 de Novembro de 2006 às 10:40
Alexiaa, este post "custou-me" imenso a lêr e vai custar ainda mais a comentar, (ou melhor, acho que nem vou comentar ) pelo simples facto de que identifiquei-me com cada palavra e com cada sensação aqui tão bem descritas!

Beijos e bom fim-de-semana!


De oteudoceolhar a 26 de Novembro de 2006 às 12:57
Pois é miga também eu me custa passar sem noites sem febre...ai males de amor quem não os tem. Bom domingo beijo n´oteudoceolhar **


De Tacitus a 28 de Novembro de 2006 às 14:35
Perante a profundeza de tais palavras, resumo-me ao silencio. "Afinal" está é um frio de pavor...boa semana!


Comentar sem frete

O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter