Quinta-feira, 17 de Agosto de 2006

Aqui está ele, o BOOM definitivo!

Se pudesses vir a mim só com um simples desejo…
 
Estas “preso” numa ideia que eu gostava de desmistificar, estas solto dum envolvimento que eu sonho amarrar, estás distante da fantasia que juntos criámos porque possivelmente perdeste a fé de que certamente me farias feliz!
Consegues ouvir-me agora?! Nada desapareceu ainda meu amor…
Ouve-me e volta. Mesmo quando enfurecida peço para te manteres perdido para sempre invento mil e umas formas de te ir buscar, cogito desalmadamente maneiras de te trazer.
Tens noção?! Estou em constante busca duma solução, pergunto-me a cada segundo dos meus dias onde paras, sonho-te acordada quando olho para o horizonte e pressinto o teu cuidar!
Estás aí?! Ainda me deito contigo e sinto a nossa rede embalar-nos, ainda sorrio quando recordo a ansiedade que tinhas de me cheirar, a “fome” de me tocares, ainda me afogo em lágrimas quando me lembro do pedido que te fiz para não me afastares da tua vida!
E os beijos egoístas e altruístas?! Ainda pensas neles?!
E os beijos ardentes que eram iniciados sempre que invocava cenas nossas de sexo?! Ainda te sugestionas quando as lembras?!
Sabes, eu reconstruo-te…em mim integras-te…e comigo transbordaste de ternura!
Estejas onde estiveres não te esqueças nunca que um dia foste o meu doce, fui a tua querida, fomos o pensamento um do outro…
Ainda te adoro…Reconsidera o inevitável e chama-me que eu...vou!

Inventado por alexiaa às 03:04
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De kiss a 17 de Agosto de 2006 às 11:07
Vai... sem que te chamem...
B[(j), (oom!)]


De alexiaa a 17 de Agosto de 2006 às 12:22
Diz antes: não vas nem que te chamem:)
Bjo pacifico para contrastar com este BOOM:)))


De PM a 18 de Agosto de 2006 às 02:06
"
Reconsidera o inevitável e chama-me que eu...vou!
"

é bom quando assim é (se o é).


De Alexandra a 18 de Agosto de 2006 às 13:46
Li e fez-se um grande boom... mas chama-me que eu vou? Não sei!!!!

Excelente texto!

Beijos


De MoonLight a 19 de Agosto de 2006 às 23:41
Excelente texto.
Bjs de Luz


De Sr. Dr. Ricky a 20 de Agosto de 2006 às 12:27
Ola! Estou de volta =) só te vou dizer que a viagem correu muito muito bem, porque hei-de fazer um relato no blog...assim um dia destes!

Há tempo demais que não te digo isto: escreves muitíssimo bem...adorei este texto...mas não vás! Se te afastou já não te merece voltar a chamar...

Não sei...digo eu =)

bjinhoss *** =)


De imensa a 21 de Agosto de 2006 às 16:12
acertaste! voltem ontem de férias.
Sempre a nossa velha esperança, chama-me que eu vou!

beijo imenso e de volta

bom resto de semana


De Princesa a 22 de Agosto de 2006 às 10:29
Oé querida Alexiaa,

Gostei muito do teu tema de hoje, este BOOm é uma explosão, ou implosão de sentimentos!

Embora não concorde totalmente com esse "chama-me que eu vou..." (Afinal não devemos estar sempre à disposição dos Ex.mos...não é?); entendo que possa ser esse o sentimento que te aperta o coração!

Então grande abraço minha querida, e parabens pela escrita muito bem elaborada!

Carinhos
Princesa


De Zahir a 23 de Agosto de 2006 às 11:45
Olá, vim deixar um beijo puro p vc.


De Araj a 23 de Agosto de 2006 às 12:08
Não é necessário o chamamento... vai sem te chamarem porque podes não ter ouvido o chamamento e ele já ter acontecido...


Comentar sem frete

O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter