Terça-feira, 12 de Dezembro de 2006

Estou terrivelmente cansada!

Queria agradecer pessoalmente os comentários anteriores mas não senti que fosse essencial…
Pensei numa forma de retribuir as palavras simpáticas e o destaque do sapo mas não senti a espontaneidade necessária para tal…
Retive uma palavra de tudo o que li e que me motivou a um contra comentário:
 
Intensidade,
Não são as palavras que escrevo!
É ansiar abraçar a vida, engolir as noites, devorar os dias, desesperar por realizar os sonhos!
É um querer desmesurado, um desejo violento, uma fome sofrida, um chorar sentido, um riso natural!
Intensidade não é de todo as letras que alinho!
É esta estranha vontade de reboliço, esta promessa de que vou viver, este invadir de medos, de certezas, de contradições!
É abrir os braços plenamente e pressentir de olhos fechados o cheiro da chuva, o calor do sol, o som dos espíritos, o teu olhar cúmplice!
Intensidades não são os rabiscos que inexplicavelmente publico!
Intensidade é esta convicção avassaladora, este temor desconcertante, este desespero descabido…
Intensidade é angustiar-me com a ideia de ficar parada, entrar em pranto quando não sinto espaço para gesticular, sentir pânico de não ter poder para saciar apetites ávidos!
 
Releio, e sinto-me terrivelmente cansada…não encontro força no que escrevo para descrever como sinto esta minha…intensidade!
 

Inventado por alexiaa às 17:08
link do post | comentar | ler comentários (19) | favorito

O minimo sobre mim


ver perfil

. 11 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter