Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

Ás vezes…

Ás vezes durmo tão profundamente que perco o teu corpo e é nessas alturas que conquistas o meu em abraços íntimos e carícias impróprias!
Muitas noites o sono apanha-me desprevenida e percorro desnorteada o teu lugar em busca da tua pele…nesses segundos intranquilos és tu que harmoniosamente me tocas com uma destreza indecorosa que me amaina o desvario e simultaneamente me exalta os sentidos!
Certas madrugadas não desperto como estou habituada, abandonas os meus sonhos e vencida pelo cansaço esqueço que existes…Ainda bem que “ali” estás. Ainda bem que nesses momentos entrelaças as tuas pernas nas minhas e me envolves em afagos lúcidos e quentes que tão depressa me excitam como me pacificam a alma fazendo com que me renda e me entregue duma forma que ainda hoje duvido ser possível!
Gosto de te perder na escuridão, adoro que te “soltes” das minhas fantasias nocturnas…Porque encontras sempre forma de me encontrar, porque sabes de cor os encaixes que me sossegam, os toques que preciso para perceber que por mais profundamente que durma estás sempre ali, sempre pronto a lembrar-me o quanto é inexplicável a sensação de arrepio que ainda hoje me…despertas!
 
O que é que te mantém por aqui?!

Inventado por alexiaa às 16:52
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De espumante a 19 de Junho de 2006 às 23:44
Gostei tanto que deste vez não vou abusar. Venho só para deixar um beijinho. Sem dizer mais nada.
Não me estou a portar bem?
:)


De Lobo Solitário a 20 de Junho de 2006 às 08:54
Esse tipo ou tem muita sorte ou muito azar. Quanto à questão que colocas penso que só ele poderá responder. Felicidades para ambos.


Beijinho


De oteudoceolhar a 20 de Junho de 2006 às 11:04
Será o Amor?...Muito bonito Alexiaa cheio de ternura sensualidade. Gostei. Como estás? chegaste a receber alguma coisa minha? Resto de boa semana pa ti beijo n´oteudoceolhar **


De Tacitus a 20 de Junho de 2006 às 16:28
Os "Tiros" fazem hoje um ano, deixei um presente para ti, gostava que espreitasses...aquele abraço ;)



De kiss a 20 de Junho de 2006 às 23:49
- Quem, a mim?
...

- A surpresa!


De igara a 21 de Junho de 2006 às 16:05
Alexia, gostei de me embalar na leitura do teu texto!
Quanto á tua pergunta, o que mantém a permanência, é o gosto que se sente pelo facto de se ficar. Se por um lado, a presença te desperta sensações, por outro o prazer de gerar essas sensações funcionam quase como uma simbiose. O Amor, será a origem desse dar e receber, sem questionar, tendo apenas como fito a entrega plena, que se concretiza nos gestos e afectos.

Um beijo mansinho e um abraço :)


De Su a 29 de Junho de 2006 às 13:29
Este texto ta EXCELENTE!

tenho q arranjar tempo para te ler mais!


Comentar sem frete

O minimo sobre mim

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

(Re)Invenções antigas

Setembro 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter