Domingo, 12 de Fevereiro de 2006

Miss Saigon

A imagem não é das melhores mas dá para ter uma ideia. No canto inferior direito era onde as personagens passavam grande parte do tempo e á frente do mesmo estava equipamento técnico. Do camarote que o coliseu fez o favor de me vender e graças ao tal equipamento…Olhem, quase que não vi os gajosJ)

 

Miss Saigão. A história duma prostituta que se apaixona por um soldado Americano, engravida dele, espera por ele e termina drasticamente com a vida em prol dum amor que só existiu na cabeça dela. O espaço não me pareceu de todo adequado exceptuando talvez o som que me pareceu excelente. O lugar que ocupei não ajudou a uma visualização perfeita mas sinceramente também não me parece que isso interferisse na minha opinião duma forma categórica. A vizinhança era péssima, um casal com os seus três lindos rebentos que não pararam de tagarelar o espectáculo inteiro. Acho muito louvável estimular as crianças para este tipo de coisas mas há que prepará-los em casa, explicar-lhes o que vão ver e avisá-los de que uma sala de espectáculos é um local de silêncio. Ao mesmo tempo é imprescindível dizer ás criancinhas que duvidas surjam durante o mesmo, elas serão esclarecidas no intervalo ou no fim, evitando assim incomodar os outros com uma enxurrada de perguntas e respostas que impedem a audição concentrada de quem está ao lado. Lugar, espaço e vizinhança apreciada, chegou a altura de falar do resto…um resto que sinceramente não me impressionou por aí além. As vozes são agradáveis apesar do tom estridente e sofrido da protagonista em alguns momentos me ter levado involuntariamente a colocar as mãos nos ouvidos. O cenário é satisfatório, tal como os adereços, mas no meio daquilo tudo… nada é extraordinário. No fim não consegui evitar algumas apreciações mais cáusticas em relação aquele amor. A frase que mais retive foi “como chegámos tão longe em apenas uma noite” e realmente é aqui que me começo a aborrecer e a achar aquilo uma grandessíssima tanga! Numa noite o soldado carente conhece a prostituta desesperada e promete-lhe amor eterno. Ela, acredita piamente naqueles votos e durante 3 anos mantém-se fiel, apesar de nunca mais saber o paradeiro dele. Ao fim de 3 anos o reencontro acontece. Ela toma então conhecimento que ele está já casado e ele dá de caras com um filho do qual nunca soube da existência (apesar de afiançar ter sonhado com o facto). Nesta altura dá-se uma reviravolta na personagem feminina que me agrada de sobremaneira. A prioridade passa a ser a promessa feita ao filho de lhe dar um futuro melhor e exige ao soldado e à sua nova mulher que levem com eles o filho para a terra das oportunidades, abdicando assim de ser uma mãe presente! Confrontada com a resistência do casal maravilha, Miss Saigão não vê alternativa (e aqui volto a chatear-me com ela) senão dar um tiro no peito (pelo menos do meu lugar pareceu o peito, mas podia sempre ter sido nos miolos) e acabar assim com uma vida de sofrimento, ilusões, expectativas e saudades… E pronto...nesta fase lá me correu a lágrima obrigatória nestes momentos mas que sequei rapidamente com meia dúzia de comentários sarcásticos, tipo”havia formas mais simples de se livrar do puto”, saí dali esganada de fome e nunca mais me lembrei da Miss e do soldadinho volúvel até este momento. Impossível terminar sem falar no parque de estacionamento. Uma confusão para entrar, um pandemónio para sair e uma duvida na minha cabecinha: porquê??? Será um conluio para obrigar as pessoas a não saírem de casa e cada vez estupidificarem mais ou é mais leviano que isso e a razão prende-se unicamente com…nada?! E já agora…como se chega tão longe numa única noite?


Inventado por alexiaa às 17:31
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Dante a 29 de Setembro de 2007 às 21:31
Oi !

nao concordo!
talvez vc realmente tenha ficado em um lugar nao muito bom.

sim o espetaculo é magnifico, as vezes são perfeitas e se encaixam com execelencia. O cenario está super bem feito e condiz com a realidade da historia, sem muita luxuria.
Os adereços são agradaveis. A atuação de todos é perfeita, sem erros e sincronizados perfeitamente (claro com muitos meses de ensaio). voz aguda qdo necessario e grave qdo solicitado sempre no momento certo. Qto voce não gostar da história tudo bem normal, é apenas mais uma historia.
mas

sim. os atores são os mais experientes que existem, os mais talentosos. voce olhou a ficha de cada ator? no minimo 5 anos de experiencia, os principais estiveram nas melhores montagem.
o teatro é o melhor do brasil.

Se alguem te incomoda chame o segurança ou voce mesmo peça silencio isto é normal.

miss saigon é perfeito


Comentar sem frete

O minimo sobre mim

Estas são as Ultimas

Aos sonhos que vão diminu...

Even...

Revivendo uma invenção!

Quase por encomenda...:))...

Tenho pena de não ter mem...

Não me ames…ambiciona-me!

(Re)Invenções antigas

Setembro 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Colocado em finais de Abril de 2006

Free Web Counter
hit Counter